Do estado gravídico do ser

 

tumblr_mg2s1iHoIp1rg77sxo1_1280_large-horz

“Enfim, você

Eu amava e era amada
Pensávamos que sabíamos o que era o amor

Então chegou
Disseram que chegou
Não dava para ver
Cadê?

Sonhava noite e dia
Que até já sabia como era você

Um dia acordei
E com toda certeza
O amor me deu uma princesa

Tanta coisa a fazer
Medo, enjôo, sermão
Remédio, alimentação
Eu mesma
Já não podia mais ser

O tempo passou
Tão rápido voou
Queria mais tempo pra ter

dia-das-maes-dia (26) (1)

 

Nunca vi coisa assim
Dois corações pulsando em mim
Era mais que eu podia querer

Então chegou
A dor avisou
Mais nada a fazer

E no meio do dia
No meio da vida
Surgiu você

Que veio pensada
Por nós planejada
Todo mundo doido pra ver

E num momento de paz
A certeza de que só não serei mais

Você
Um anjo tão lindo
Ainda veio sorrindo
Melhor não poderia ser

Aos meus olhos beleza incomparável
Amor imensurável
É o que sentimos por  você

Mudou toda rotina
E era bom demais
Se preciso, não dormimos nunca mais
Só para olhar você.”

diadas maescapa
(Gentilmente cedido por alguém que viveu a experiência de ser mãe)

(Texto publicado em 02/11/2014. Homenagem do Questão de Interessância à maravilhosa experiência de ser mãe)

Aproveite e faça uma homenagem pra sua mãe nos comentários ou conte pra gente o que é ser mãe pra você.

Abraços,

QI

Fabiana Guimarães Gomes

About Fabiana Guimarães Gomes

Sou mulher, esposa e principalmente mãe. Dizem que sou sonhadora e meio panca (risos), natural do signo de peixes. Trabalho com dança e crianças, na sua maioria carentes, duas coisas que amo.